Cachorro Deitado Preto

Código: 94XBR36CP
R$ 497,00
até 3x de R$ 165,66 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
    • 1x de R$ 497,00 sem juros
    • 2x de R$ 248,50 sem juros
    • 3x de R$ 165,66 sem juros
    • 4x de R$ 133,67
    • 5x de R$ 108,49
    • 6x de R$ 91,71
    • 7x de R$ 79,74
    • 8x de R$ 70,77
    • 9x de R$ 63,80
    • 10x de R$ 58,23
    • 11x de R$ 53,68
    • 12x de R$ 49,89
  • R$ 497,00 Boleto Bancário
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.

Marcos Paulo Lau da Costa, conhecido por Marcos de Sertânia (PE), é um importante representante do novo artesanato brasileiro. Vindo de uma família de agricultores e artesãos, decidiu deixar a tradição de seus familiares - que produziam utensílios domésticos e pequenas esculturas de boi - e passou a retratar a aflição provocada pela seca através de seu trabalho.

O cachorro esculpido em madeira, sua peça mais emblemática, nos remete à Baleia, a cadela de “Vidas Secas”. “... A cachorra Baleia estava para morrer. Tinha emagrecido, o pelo caíra-lhe em vários pontos, as costelas avultavam num fundo róseo...” (Ramos, Graciliano. Vidas Secas, 82ª edição. Rio de Janeiro: Record. 2001).

Essas figuras esqueléticas e compridas são inconfundíveis e se destacam pela dramaticidade e melancolia, ao mesmo tempo que remetem leveza e elegância. “Minha inspiração sempre veio do povo sertanejo, de como eu vivo aqui, de onde eu morei. Eu vejo o sofrimento do povo de perto”, comenta Marcos.

Atualmente, o mestre Marcos repassa seu conhecimento para os jovens da região, ajudando a despertar uma nova geração de artistas nesse berço de criatividade e originalidade.

Especificações técnicas:
Material: Madeira
Medidas: 14cm x 8cm x 55cm (Altura x Largura x Profundidade)
Peso: 0,123g
Artista: Marcos Paulo Lau da Costa (Marcos de Sertânia) 

Produtos relacionados

R$ 497,00
até 3x de R$ 165,66 sem juros
Comprar Estoque: Disponível
Pague com
  • PagHiper
Selos
  • Site Seguro

Loja Oca - CPF: 044.323.564-30 © Todos os direitos reservados. 2020